sexta-feira, 14 de agosto de 2009

COCORICÓ - GRIPE H1N1

Mais um vídeo educacional sobre a Gripe Suina.
video

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Desenhos para colorir sobre Gripe Suina

Atividades pedagógicas sobre a Gripe Suina




Figuras retiradas do site:http://www.smartkids.com.br/
Todos os direitos reservados

Vídeo Se Liga Nessa - ( Medidas para evitar a gripe suína )

Se Liga Nessa - ( Medidas para evitar a gripe suína )


Campanha da Turma da Mônica contra a "GRIPE SUÍNA" ( Influenza H1N1 )


Cuide bem de você e ensine a sua turminha a se cuidar também.
video



E o que não podemos aprender com Mauricio de Sousa?


Mais uma informação totalmente tecnológica e pedagógica...


Conteúdo retirado do site: http://www.youtube.com/watch?v=9fSeixh6Dlw


Todos os direitos reservados.

Informações sobre a Gripe A

1) O que é a gripe?
A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus Influenza e que pode ter três tipos: A,B e C, sendo o tipo A o mais sujeito a mutações e, por consequência o tipo de vírus de gripe mais preocupante e que mais prejuízos traz à saúde humana. O Influenza é um vírus que apresenta RNA como material genético e sua cápsula proteica externa é formada principalmente por duas proteínas muito importantes, a Hemaglutinina (H) e Neuraminidase (N), cuja função é ajudar o vírus a se acoplar às células que irá parasitar para se reproduzir.

2) Qual a característica desta gripe suína?
O vírus Influenza H1N1 tipo A é o responsável pelo surto atual de gripe no México e está sendo chamado de “gripe suína” pois o RNA viral possui trechos iguais ao H1N1 que afeta os porcos, além de ter traços também do RNA viral da linhagem das aves e da linhagem humana. Embora ainda não exista certeza, tudo indica que houve o que os biólogos denominam de “shift”, quando dois vírus Influenza de linhagens diferentes entram numa célula, misturam seu material genético e se recombinam criando uma linhagem nova, totalmente estranha ao nosso sistema imunológico, fazendo com que as vacinas não funcionem. E são justamente as células dos porcos e das galinhas que são responsáveis por intermediar essa recombinação dos vírus da gripe.

3) Por que o atual surto de gripe suína é perigoso?

Como foi citado, a recombinação viral ocorrida nos porcos e nas aves gera variedades novas e estranhas ao nosso sistema imunológico e por isso mesmo a ocorrência de uma epidemia é tão preocupante pois não há tempo hábil para se desenvolver uma vacina que seja eficaz rapidamente. A Organização Mundial de Saúde alerta que outro fator preocupante é a agressividade do vírus que tem atacado pessoas jovens com o sistema imunológico forte, ao contrário da maioria das epidemias de gripe que afetam principalmente crianças e idosos.

4) Existe risco de pandemia de gripe suína?

A pandemia ocorre quando se perde o controle sobre o surto de uma doença e esta se espalha por todo o mundo. Quando uma nova cepa de gripe começa infectar pessoas e quando ela adquire a capacidade de passar de pessoa a pessoa, ela pode iniciar uma pandemia. A última pandemia foi registrada em 1968 e matou cerca de 1 milhão de pessoas. A OMS trabalha com uma escala mundial de epidemias que vai de 1 a 6. Atualmente o alerta de epidemia está no nível 5 considerado pré-pandêmico. Isso quer dizer que existe uma ameaça iminente de pandemia global. Chegamos a níveis insustentáveis de densidade populacional em algumas regiões e o controle de epidemias é muito difícil. As autoridades de saúde de todo o mundo devem estar em alerta e os governos devem dispor de todo seu arsenal preventivo para evitar uma pandemia de gripe, o que seria desastroso principalmente para a população mais carente.

5) O vírus já chegou ao Brasil?

O vírus já chegou ao Brasil e o Ministério da Saúde já está tomando as medidas necessárias para impedir a que o vírus se espalhe pelo país e colocou equipes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nos aeroportos que controlarão os passageiros vindos do México e dos Estados Unidos.

6) Existe risco de infecção por ingestão de carne suína?

Não! Os especialistas afirmam ser praticamente improvável a infecção pela ingestão de carne de porco cozida ou assada ou de qualquer um de seus produtos derivados. A veiculação do vírus é pelas vias aéreas e ele se dissemina através do contato com secreções de pessoas contaminadas.

7) Existe tratamento para este tipo de vírus?

Não existem muitos medicamentos antivirais eficazes, pois os vírus facilmente se tornam resistentes a essas drogas e os remédios que existem são caros e não estão acessíveis para a maioria da população. Como os vírus da gripe sofrem mutações frequentes, a criação em tempo hábil de uma vacina que faça efeito e que possa ser aplicada em toda a população também não é um processo simples de ser feito.

8) As pessoas podem se prevenir de alguma forma?

Primeiramente, repetindo, não se deve entrar em pânico!Entretanto, existem alguns procedimentos básicos que podem diminuir as chances de você adquirir qualquer tipo de gripe:
Evite aglomerações de pessoas, lugares fechados e sem ventilação.Aumente a frequência de lavagem das mãos, principalmente se estiver gripado. Está é uma das principais formas de disseminação da gripe.Use lenços descartáveis e, após espirrar, jogue-o fora.Evite tocar os olhos, nariz ou a boca com as mãos.Evite contato com pessoas gripadas.Não se automedique, procure sempre orientação médica.Evite sair de casa se estiver gripado.Evite viajar para os países com casos confirmados de gripe suína.

9) Quais os sintomas da gripe suína?

Os sintomas são praticamente os mesmos de uma gripe comum: febre repentina, tosse, fortes dores musculares e de cabeça, cansaço extremo, irritação nos olhos e secreção nasal. No surto atual de gripe suína os pacientes também apresentam diarreia e vômitos.

Informações retiradas do site: http://blog1.educacional.com.br/blog_bio/p85209

Tecnologia do Blogger.